Lesões dos Atletas de Kung Fu


Independente do esporte, todos os atletas de alto rendimento estão sujeitos a lesões. Os atletas do Kung Fu, não são exceções, principalmente os atletas da Seleção Brasileira de Kung Fu / Wushu. Os praticantes de Kung Fu, em geral, exigem muita flexibilidade, força e explosão muscular de seus respectivos corpos. Giros, torções, saltos e quedas de diversos ângulos diferentes são frequentemente executados pelos guerreiros do Kung Fu em qualquer competição. Logo, mesmo com uma preparação física adequada, é muito difícil escapar das lesões durante toda a sua trajetória. 

Para saber mais sobre esse assunto, convidei a fisioterapeuta da seleção brasileira de Kung Fu, Andrea Ceregatti, especialista em fisiologia do exercício e dor crônica pela USP. Veja abaixo, como foi esse bate papo. 

Es Kung Fu  Quais são as lesões mais frequentes dos atletas de Wushu Tradicional e Moderno?
Andrea Ceregatti – Meu contato com os atletas é somente em campeonatos e treinos. Meu papel é sempre tratar a lesão ocorrida no momento, analisar a gravidade e orientar o atleta. As lesões mais comuns nessas duas modalidades são joelho, ombro, tornozelo e punho. Muitos atletas possuem lesões crônicas já existentes. 

Es Kung Fu  E os atletas de Sanda e Shuai Jiao, quais são as lesões mais frequentes?
Andrea Ceregatti – Os atletas de Shuai Jiao e Sanda se cuidam um pouco mais, talvez por serem esportes de contato. Quase todos possuem um fisioterapeuta em sua cidade onde fazem um acompanhamento adequado de tratamento e prevenção, sendo assim, as lesões que atendo são mais traumáticas. Mas, possuem lesões crônicas também, a maioria de joelho e ombro. Quando ocorre lesão, damos o primeiro atendimento e analisamos se é possível continuar o combate ou não! 

Es Kung Fu  Uma lesão mal tratada pode resultar em problemas ainda piores para os atletas de alto rendimento? 
Andrea Ceregatti – Sim, quando você tem uma dor, o corpo está sinalizando que algo está errado, só que geralmente os atletas não escutam esse sinal, o que agrava a lesão e a torna crônica (consideramos crônica toda lesão com mais de 3 meses). 

Es Kung Fu  O que os atletas de Kung Fu podem fazer para evitar as lesões? Quais dicas e sugestões você daria? 
Andrea Ceregatti – O ideal é que todos os atletas façam um trabalho de fortalecimento com musculação e tenham um fisioterapeuta e, principalmente, escutem seu corpo! A fisioterapia esportiva é um aliado importante na vida de qualquer atleta. Não devemos esperar a dor aparecer para procurar um profissional, o caminho é a prevenção! 

Es Kung Fu  Andrea, muito obrigado por participar e trazer informações importantes para os leitores do blog! E para os leitores que quiserem conhecer mais sobre o seu trabalho, aonde eles podem lhe encontrar ou como eles podem entrar em contato? 
Andrea Ceregatti – Para quem quiser acompanhar um pouco do meu trabalho, pode me seguir no Instagram, entrar em contato pelo e-mail andreaceregatti@hotmail.com ou ir até a Clínica Espaço Ativa Idade, Rua Luis Martini, 253, Centro, Mogi Guaçu, SP, (19) 3861-0873.

Comentários

Entre em contato com o Érik Souza!

ATENÇÃO! Por favor, preencha todos os campos abaixo.

Seu Nome:

Seu E-mail:

Sua Mensagem: